Vítor Coelho da Silva

INOMINÁVEL CORPO DESNUDADO | Maria Helena Ventura

O corpo é permanênciacarta em brancoregisto absoluto do espaço mais azul.Alma e arquivoperfeito aconchego dos instantes molhadosna secura dos dias.Guarda a ressonância das vozeso fragmento da músicalambendo a madrugadaas águas da deriva em noite quase imóvel.O corpo sabe […]