Ana Constança Messeder

Ana Constança Messeder é, desde 8 de Maio de 2010, o pseudónimo literário de Ana Maria dos Santos Silva Delgado. Nasceu em Coimbra a 7 de Maio de 1950 e passou a infância e adolescência no Funchal, Águeda, Aveiro e Coimbra. Licenciou-se em Filologia Germânica na Universidade de Coimbra, onde leccionou Literatura Inglesa e Alemã e Língua Portuguesa de 1976 a 1994. Durante este período esteve em Berlim de 1980 a 1983 como equiparada a bolseira pelo INIC e concluiu o Doutoramento em Literatura Comparada na Universidade Humboldt com Magna cum laude em Abril de 1984 com uma dissertação intitulada Aragons ‘La Mise à mort’ und die Rezeption romantischer Motive. Apresentou ainda à Universidade de Coimbra uma segunda tese, Os motivos românticos do espelho, do duplo e da sombra nos textos de E. T. A. Hoffmann ‘Der goldne Topf’, ‘Die Abenteuer der Sylvesternacht’ e ‘Die Elixiere des Teufels’ (1994). Do seu percurso internacional fazem parte um leitorado do Instituto Camões nas Universidades de Viena e Bratislava, e na Universidade de Georgetown em Washington, D.C. Em 1998 obteve a equivalência pela Universidade Nova de Lisboa ao grau de Doutor por uma universidade portuguesa para o doutoramento feito em Berlim. Foi vocalista do conjunto universitário Hi-Fi, autora do programa de rádio Uno, com texto e música, entre 1989 e 1993 na Rádio Regional do Centro e TSF. Publicou um livro de poemas em 1989, Images in Blues – Imagens em Blues. Tem para publicar outro livro de poesia, Sistro (1979), e dois livros de prosa narrativa, Modo Vocativo (1979) e Linha de Fuga – Flightline (1996). Nos seus últimos ensaios tem continuado a desenvolver a sua perspectiva comparatista e trabalhado sobre o diálogo entre autores e diferentes formas de arte. Considera que “comunicação” é a palavra-chave para toda a sua actividade e agradece ao Luis Carmelo o convite para participar na PNETLiteratura.

 

Partilhar: