João Silveira

foto.silveiraJoão Silveira nasceu em Lisboa, em 1983, onde vive.
Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas – Estudos Portugueses e Ingleses, trabalhando actualmente na área editorial.
Publicou, em 2006, o seu primeiro livro, Bestiário Um (Corpos Editora), e tem vindo a contribuir em várias publicações periódicas, portuguesas e francesas, com crónicas e poesia, em antologias e teatro, com três peças levadas a cena pelo grupo independente A Mancha. Publicou o seu segundo livro, Dever/Haver (Edições Artefacto), em 2011. Mantém-se ainda ligado a vários projectos de música, performance e cinema.
 

 

 


 

Artigos:

 

  • Gukanjima III Fevereiro 25, 2012 - As minhas mãos ficaram presas na terra – pela terra ou por correntes. João Silveira
  • Minerva Dezembro 12, 2011 - Silêncio, antes. A primeira respiração. O corpo contrai-se devagar, suspende-se. As pálpebras duas vezes, devagar, a boca uma fenda delicada para e fios de aço em trança explodindo súbitos numa […]
  • 111015 Novembro 5, 2011 - As pessoas ardendo pela cidade ou a cidade em fogo nas escadarias de mármore ou a cidade em som movendo-se, agreste ou as pessoas em som, as pessoas a cidade em chamas subindo […]
  • Unya Agosto 6, 2011 - Unya era uma mulher, física, quase religiosamente física – era, por isso, impossível não desejá-la e Unya sabia-o. Infelizmente, Unya também amava. Unya conheceu o amor da sua vida por […]

Partilhar: